instagramcustom

Blog Archives:

Natação: uma atividade que faz a diferença pra criançada

Uma criança que sabe nadar promove liberdade e segurança para nós, mamães e papais. Em tempos de férias, quando o principal destino de muitas famílias é a praia, então, nem se fala!

Além de se sentir muito mais à vontade dentro da água, o pequeno que pratica Natação desenvolve técnicas de segurança para ajudá-lo numa emergência dentro da água.

Para isso, a aprendizagem deve ser contínua e assídua, com aulas adequadas à idade da criança e focadas em desenvolver as habilidades motoras necessárias para nadar.

Além dos vários benefícios para a saúde e sociabilidade, o fato de Júlia e eu frequentarmos clube e viajarmos sempre para a praia foi um dos motivos que me fizeram matriculá-la na Natação desde cedo. As aulas na Gota D’Água, inclusive, têm contribuído bastante para o seu desenvolvimento.

Lembre-se, entretanto, que não existe nenhum método capaz de evitar que seu filho se afogue. Todo cuidado é pouco, e a vigilância deve ser constante.

Abaixo uma listinha com as recomendações gerais pra criançada curtir com segurança.

  • Matricule seu filho em uma escolinha de natação a partir dos 2 anos de idade.
  • Um minuto de desatenção pode ser fatal. Fique de olho no seu pequeno perto de rios, praias e piscinas.
  • Dê preferência as águas mais rasas.
  • Se comer, espere pelo menos 2h para entrar na água novamente.
  • Não superestime sua capacidade de nadar e muito menos a da criançada.
  • Na praia, procure a orientação do salva-vidas sobre o local mais seguro para nadar.
  • Coloque a pulseira de identificação na criança e não entre se o mar estiver muito agitado.
  • Se for em cachoeira, lago ou represa, cuidado com a vegetação e água muito fria

Agora, é só partir pra diversão. Curta muito suas férias.

Aproveite o feriado do meio da semana

Um feriado descompromissado, em plena quarta-feira, pode parecer pouco proveitoso. Impossível de emendar e dar uma esticadinha a mais nos dias de descanso, ele ainda acaba quebrando o ritmo já engatado da semana.

Pensemos por uma perspectiva mais positiva. E se a gente encarar o dia de hoje como um presente? 24 horas “a mais de vida”, um dia inteirinho para fazermos aquilo que tanto amamos, ficarmos próximas das pessoas mais queridas ou mesmo tocar aquele projeto pessoal parado há muito por falta de tempo.

Esqueça que a rotina volta com força total amanhã, afaste o tédio e faça o tempo de descanso valer a pena. Aproveite o mundo lá fora. Ou mesmo dentro de sua casa, cuidando de você mesma e deixando a autoestima nas alturas.

Eu, por exemplo, vou aproveitar o dia para ficar grudadinha na Júlia, sobretudo depois 10 dias viajando longe dela. Vou ao parque, curtir atividades ao ar livre e quem sabe até fazer um piquenique.

As possibilidades são múltiplas. Felizmente. Dá para colocar a leitura em dia. Hábito pra lá de prazeroso, ler ainda ajuda a dar ótimos insights para a vida profissional e pessoal. Eu amo!

Você também está liberada para fazer a maratona de sua série favorita, ou passear no shopping. Além de fazer umas comprinhas, se você tem criança em casa, pode levá-la para curtir a decoração de Natal. No BH Shopping, por exemplo, acontece hoje o evento de chegada do Papai Noel.

Que tal um jantar com seus amigos? A combinação bebida, comida e boa conversa distrai a mente.

São várias opções de lazer para você relaxar e retomar a semana com força total. Quer uma notícia boa? Depois de amanhã já é sexta.

Crie vínculos fortes com seus filhos

Crianças que têm vínculos fortes com os pais aprendem com mais facilidade e se relacionam melhor com outras pessoas. E a Ciência comprova isso. Pesquisadores finlandeses acompanharam 700 famílias durante sete anos – do nascimento dos filhos até a fase escolar. Aquelas em que os pais tinham um relacionamento mais saudável com os pequenos, as crianças aprendiam mais rápido e sabiam lidar melhor com as emoções.

Se a criação de vínculos é positiva para a criançada, nós, mamães, só temos a ganhar também. São nesses momentos de cumplicidade que conhecemos mais nossos filhotes, seus gostos, desejos e o que pensam sobre o mundo que os cercam. A gente se surpreende, orgulha e, muitas vezes, nos sentimos super desafiadas também. Uma oportunidade incrível de crescimento. Quantas você já precisou ser criativa para responder um questionamento do seu pequeno?

Não existe uma receita para se aproximar dos pequenos. Varia de acordo com os interesses do seu filhote. O principal segredo é se interessar em estar perto deles, e curtir os momentos gostosos juntos. Eu, por exemplo, adoro fazer passeios diferentes. Brincar ao ar livre em parques e praças, levar ao museu e fazer piqueniques.

Outra atividade super prazerosa e enriquecedora é estimulá-lo a ler. Crie um clima, interprete os personagens, enfim abuse da criatividade para despertar a imaginação da criançada.

Criar o “dia do hoje pode” também é super gostoso. Depois de uma semana de aulas, tarefas extra-classe, regras e horários, nada mais gostoso para a garotada do que comer aquela guloseima que eles tanto amam.

Seja amorosa. Sempre! Demonstrar afeto é uma das maneiras mais naturais e bonitas de manter uma relação próxima. Não se reprima quando der vontade de encher seu filhote de beijos e abraços.

Enfim, existem várias outras oportunidades, como cozinhar junto, criar um acampamento na sala, ver fotos de família. E são esses momentos, simples, mas muito profundos, que vão fazer com que a criança crie, futuramente, só lembranças boas de você.

Vem aí uma semana de muita diversão em BH

Começa hoje a semana da criança! E BH está cheia de eventos que vão fazer a alegria da garotada. Reuni abaixo alguns dos mais legais para vocês, mamães e papais, se planejarem.

Show Mari e Celi estão na cidade

As cantoras Marina Machado e Celinha Braga fazem um espetáculo repleto de músicas da memória afetiva dos brasileiros. As letras trazem histórias e imagens que nos remetem a tempos passados, e pinceladas de temas atuais que envolvem os pequenos e encantam os mais velhos. Um evento delicioso para a família toda!

Onde? Teatro Sesi Minas
Quando? 14.10, sábado, às 17h30
Quanto? Ingressos à venda pelo site do Sesi Minas

Festival Estação Kids

Os clássicos das histórias infantis invadiram o Shopping Estação neste mês de outubro. Desde o último fim de semana, o mall está levando espetáculos tradicionais a preços populares ao palco do Estação Cultural.

Dá só uma olhada na agenda imperdível!

Rei Leão
Quando? 12 e 21/10, às 16h
Quanto? Antecipado R$ 17 – Na hora R$ 40 (inteira) e R$20 (meia)

Os Saltimbancos
Quando? 14 e 15/10, 16h
Quanto? Antecipado R$17,00 – Na hora R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia)

Chapeuzinho Vermelho
Quando? 22/10, 16h
Quanto? R$ 20 (inteira) e R$10 (meia)

A Bela e a Fera
Quando? 28 e 29/10, 16h
Quanto? antecipado R$ 17 – Na hora R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

Endereço: Estação Shopping BH (Av. Cristiano Machado, 11833 – Venda Nova)

Gigantes do Mar – Piscina de Bolinhas

Já o Pátio Savassi está surpreendendo a criançada com um mar gigante de bolinhas. O espaço é todo inspirado no fundo do mar. Tem figuras de piratas, sereias, conchas e peixes. E mais: um escorregador inflável de 4 metros de altura.

Onde? Pátio Savassi, piso L3 (Av. do Contorno, 6061)
Quando? De 2ª a 6ª, 14h às 22h; sábado, 10h às 22h; domingos e feriados, 12h às 20h 9até domingo, dia 15.10)
Quanto? R$ 25 para 30 minutos.

Trampolim Parque

Até o dia 24 de outubro, o Itaú Power Shopping recebe um parque para a criançada se divertir pra valer. A estrutura conta com camas elásticas gigantes, piscina de espuma, espaço para jogos de queimada com bolinhas super macias, cestas de basquete e lutas de cotonete. Uma delícia só!

Onde? Itaú Power Shopping (Av. David Sarnof, 5.160, Cidade Industrial)
Quando? Diariamente (até o dia 24.10), de 11h às 22h
Quanto? R$ 20 para 15 minutos. O minuto adicional custa R$1. Grupos de 5 pessoas ganham bônus de 5 minutos extras na compra dos ingressos.

Voando nas Nuvens, no BH Shopping

O BH Shopping se transformou num pedacinho do céu para receber os pequenos. Crianças de 4 até 12 anos podem participar gratuitamente de oficinas lúdicas que estimulam a criatividade brincando com um sonho comum a todas elas: voar.

Confira as diversas atrações:

Espaço Multissensorial

Com duas opções de simulação, a criança poderá escolher se quer sobrevoar uma linda cidade ou experimentar a sensação do balão em movimento. É preciso que elas estejam acompanhadas por um responsável maior de 18 anos. Todos os dias, no Piso BH.

Espaço de Fotos

A paisagem que simula o voo de balão poderá ser registrada no espaço de fotos para que pais e filhos possam ter o momento eternizado e divulgado nas redes sociais. Todos os dias, no Piso Mariana.

Oficina de Luminária Nuvem

Para estimular ainda mais a criatividade os participantes poderão fazer uma linda luminária em formato de nuvem. Terças, quintas e sábados, no Piso Mariana.

Oficina de Mobile

Balões montados com materiais fáceis de manipular como bolas de isopor, rede protetora de frutas e forminhas de cupcake serão transformados em um móbile mágico. Segundas, quartas, sextas e domingos, no Piso Mariana.

Onde? BH Shopping
Quando? 4 a 15 de outubro, de 14h às 20h
Mais informações: bhshopping.com.br/diadascrianças2017

O tempo que as crianças passam na frente das telas

Recentemente recebi um e-mail do colégio da Júlia que trazia como assunto o tempo que as crianças passam na frente da TV, computador, celular ou videogame. E mais: quais as consequências da exposição excessiva para o cérebro dos nosso pequenos.

Uma coisa é verdade. É praticamente impossível as crianças ficarem imunes à telas e aos monitores. E isso nem sempre é algo negativo: aplicativos, vídeos, programas de TV e games são excelentes para aprimorar a comunicação, construir bagagem intelectual e até no desenvolvimento cognitivo. Sem contar que enquanto elas ficam entretidas com esses recursos, acaba sobrando um tempinho livre para cuidarmos de nós mesmas.

O problema é quando as horas gastas em frente às telas colocam em segundo plano atividades importantes como a leitura, o para-casa, a interação com a família e os amigos e até mesmo o desenvolvimento psicossocial.

Segundo o Dr. Aric Sigman, a exposição excessiva a tablets e smartphones pode causar danos permanentes em cérebros ainda em formação. Para que o cérebro se desenvolva corretamente, a criança precisa receber estímulos do ambiente exterior. Quando ela passa muito tempo em frente a uma tela, ele se atrofia. O resultado é pra lá de negativo: a criança deixa de desenvolver habilidades cruciais para a sua vida como foco, concentração, atenção, comunicação e até as funções cognitivas.

A cada toque na tela são emitidos cores, formas e sons. O cérebro da criança processa isso e produz dopamina-componente, substância associada aos sentimentos de prazer. A exposição contínua é extremamente viciante, seguindo o mesmo padrão dos dependentes em álcool e drogas.

Apesar disso, nada de demonizar a tecnologia. Essas telas também tem seus pontos positivos. Games e aplicativos ajudam na coordenação motora, distraem e até aprimoram as habilidades linguísticas. Só que o seu consumo deve ser moderado. E nós, mamães e papais, somos fundamentais nesse processo.

Eu, por exemplo, procuro proporcionar à Júlia diversos momentos de lazer ao livre. Adoro levá-la a parques, praças, sítios e me divirto junto, ensinando várias brincadeiras da minha infância, infelizmente tão esquecidas hoje em dia.

Ela também tem um tempo para se dedicar apenas às tarefas escolares e outras atividades extra-classe, como o balé. Sem contar nos brinquedos, tintas, lápis de cor e desenhos, super úteis para estimular a criatividade.

Os especialistas também recomendam assistir os programas preferidos dos nossos filhotes junto com eles, aproveitando para conversar sobre o conteúdo que é visto. Além, é claro, de monitorar tudo o que a criançada anda vendo ou acessando.
Outra coisinha super importante é utilizar o horário das refeições como um momento de diálogo e conversa, sem dividir a atenção com o celular.

E, vocês, mamães, como dividem o tempo da garotada entre a tecnologia e outras atividades?

Carnaval para a criançada: bloquinhos infantis

Com o sucesso dos vários blocos de rua, BH se tornou um dos principais destinos dos foliões no Carnaval. E a criançada também tem espaço nos festejos de Rei Momo da capital mineira. São vários blocos temáticos infantis.

Iniciativa da Aldeia Jabuticaba com a Cia Pé de Moleque, o Bloquinho da Bola Preta é uma das principais atrações para os pequenos. O mais legal é que o bloco tem até Dança Materna. O desfile acontece no sábado, de 14h às 18h, com saída lá da Aldeia Jabuticaba (Rua Orange, 30, São Pedro).

O Bloquinho DuBem é um evento festivo e musical com brincadeiras, música e lazer para a garotada e a família inteira curtirem juntos. O desfile acontece no sábado e domingo, das 9h às 17h, no Parque Marcos Mazzoni, no Bairro Cidade Nova.

No sábado, de 10h às 17h, também tem o Carnaval das Crianças do Necup (Núcleo de Estudos em Cultura Popular). O evento terá intervenções artísticas, brinquedos, pinturas e adereços. A animação fica por conta do Bloco Percussão Brasil. O endereço da festa é na Avenida Nossa Senhora de Fátima, 3322, no Prado, e a entrada é franca.

O Mineirão também abre espaço para a criançada pular Carnaval, na segunda, a partir das 9h, com shows do Pato Fu, Charanga dos Padês e dos palhaços Patati Patatá. Haverá mascotes de times, área de descanso, fraldário, foodtrucks e praça de alimentação. Os ingressos custam entre R$25 e R$40 (crianças) e R$35 e R$60 (adultos)

O bloco Baianas Ozadas, o maior de BH, conta com uma ala infantil, Os Baianinhas. O bloco sai na segunda e a concentração para o desfile começa na Praça da Liberdade, às 9h.

Encerrando a programação carnavalesca para os pequerruchos, na segunda, ainda tem o Bailinho do Distrital, às 10h30, no Mercado do Cruzeiro, e o Circo Marimbondo, às 9h30, na Rua Bocaiúva, 21, no Bairro Santa Tereza. O bloco formado pela musicista Bianca Luar e a pedagoga Fernanda Sander resgata canções tradicionais da infância e faz releituras da MPB, especialmente do Clube da Esquina, em ritmos variados de Carnaval.

Opção é o que não falta para curtir a folia com a criançada em Belo Horizonte. Qual vai ser o seu destino?

Álcool Pós-Treino: cuidado com os exageros

Nada mais gostoso do que começar o fim de semana com uma corridinha ou um pedal ao ar livre e emendar com uma cervejinha – ou outro drink – relaxante e refrescante, não é mesmo? Ainda mais com o calor que tem feito em BH neste Verão. Eu mesma me permito isso ocasionalmente.

 

Só não vale exagerar! Uma long neck ou duas tacinhas de vinho branco – ou rosé – não serão o suficiente para te fazer mal. Ainda mais se você alternar o consumo com água. Beber álcool em excesso, por sua vez, pode colocar tudo a perder.

 

Segundo especialistas, passar da conta atrapalha a recuperação muscular: desidrata, interfere na síntese de glicogênio, nossa principal fonte de energia, e prejudica a cicatrização.

 

Como o álcool é um diurético, a gente pode perder mais líquido que o recomendado. O resultado? cansamos mais fácil, ficamos com dores musculares, e o pior de tudo, mais propensa às lesões. Risco que queremos bem longe, não é mesmo?

 

Uma bebidinha não faz mal, é claro, mas evite os exageros para manter os resultados sempre em alta, hein?

  • Site desenvolvido por Agência Vetta