instagramcustom

Blog Archives:

Apaixone-se pelo seu dia-a-dia

Do que adianta decidir emagrecer, ir à nutricionista e sair com um plano alimentar na mão se você não gosta dele? As chances de jogar tudo para o alto são gigantescas!

O mesmo acontece no trabalho. Não adianta nada cumprir todas as tarefas sem paixão e pedir um aumento no final do mês. A resposta obviamente vai ser não.

Se tivermos paixão as coisas mudam! Toda pessoa apaixonada vive melhor, trabalha melhor, se relaciona melhor e ganha melhor. Quem é apaixonada pelo seu dia-a-dia dorme melhor, acorda melhor e certamente é mais bem-humorada.

Os resultados são provenientes dos processos, de cada passo. Se não forem realizados com paixão e tesão não terão resultados satisfatórios. Um exemplo disso é emagrecer e manter a boa forma conquistada com saúde por um período duradouro. Se você não se apaixona pelo que faz, como se alimentar de forma saudável, possivelmente seus dias fiéis ao plano da nutricionista estarão fadados ao fracasso.

Todo pé tem seu sapato, todo gosto tem seu bolo, toda panela tem sua tampa. Temos que procurar até achar algo que nos faça feliz na nossa rotina. O nosso dia-a-dia é a nossa vida! Não fique esperando o dia em que vai ganhar na loteria ou perder 20Kg para ser feliz. Esse dia não existe. Só vai existir se o processo for feito com paixão e você parar de xingar as segundas-feiras e sentir angústia aos domingos.

Caso precise de um incentivo o Coaching pode ajudá-la. Vamos juntas nessa! Envie um email para [contato@vidaposparto.com] e agende sua sessão.

Autorresponsabilidade não é fazer tudo sozinha

Falei semana passada sobre autorresponsabilidade e que “somos nós temos que fazer e ninguém mais”.

A mensagem que quis passar foi de que as nossas escolhas somos nós quem deveríamos fazer e ter coragem de assumi-las. É sobre ser protagonista da própria vida e ter capacidade de colocar as nossas escolhas em prática.

É verdade que depois que a gente faz nossas escolhas pode ser difícil assumir e colocar tudo em prática. A capacidade de realização não é pra todo mundo.

Não estou falando que temos que sair fazendo tudo sozinhas. É por isso que precisamos de apoio, de algum profissional que nos incentive a dar o primeiro passo e enxergar propósito no que decidimos fazer. De ter uma equipe para nos estimular a realizar nossos objetivos profissionais. Os nossos amigos e a nossa família também são fundamentais nesse processo, sobretudo nas questões pessoais.

O processo de coaching você é incentivado a planejar a realização de cada um dos seus desejos. Geramos clareza de como fazer acontecer , no plano de ação que você vai desenhar para dar o primeiro até o último passo.

Não sabe quais são seus sonhos? Pois então, a mentoria ainda nos ajuda a pensar, sonhar e até escolher o que queremos da nossa vida. Está precisando de um empurrãozinho para se descobrir ou tocar seus desejos? Vamos juntas nessa! Envie um email para [contato@vidaposparto.com] e agende sua sessão comigo.

Socorro! Não consigo cumprir a agenda

E agora? A maioria das pessoas que conheço vivem ocupadas, correndo para sair de casa, não sentam nem para tomar café com a família. Estão sempre sem tempo para almoçar com calma, vivem digitando, não se olham nos olhos no trabalho… Em casa, mal têm tempo de ficar no sofá e ver um filme inteiro.

Vivem a ansiedade de segunda-feira, aguardando ansiosamente o final de semana, prometendo que terão mais tempo de qualidade. Chega o domingo à noite e é a mesma reclamação de sempre: o tempo foi curto!

Será que as 24 horas estão passando mais depressa mesmo ou somos nós que não estamos administrando bem o nosso tempo? E quando aparece uma brecha no dia para por a perna pra cima, achamos que o ócio é perda de tempo, nos sentimos culpados e arrumamos logo algo para fazer da lista interminável de afazeres.

No processo de Coaching aprendemos a fazer a agenda. Para que ela funcione e seja útil, temos que identificar as tarefas que são delegáveis e aprender a delegar – outro ponto super importante no Coaching.

Delegar é algo que aprendemos e começa com a prática de dizer “não” aquilo que não queremos, mas fazemos por achar que devemos ou porque um outro alguém espera isso da gente. Depois de entender as tarefas delegáveis, identificamos as importantes, as urgentes e as desnecessárias, que podem ser excluídas de vez da nossa rotina, mas que o piloto automático não deixa.

A parte mais importante desse processo todo é visualizar a nossa agenda de um jeito criativo. Colorir de cores diferentes cada papel que exercemos na nossa rotina: mãe, mulher, esposa, filha, profissional. Depois de completa, é só deixar 3 blocos de 30 minutos para atrasos e surpresas que aparecerem ao longo do dia.

São várias dicas para uma agenda produtiva e eficaz. Se quiser saber mais envie um email para [contato@vidaposparto.com] e agende sua sessão.

O que a leva a fazer o que você faz e não o que você quer?

Retomo hoje o último tema que trouxe aqui no blog sobre Coaching: o Piloto Automático. O botãozinho que nos deixa na inércia, impedindo a realização de nossos desejos.

O piloto automático é %$#@&*! No mode ON, ele faz com que a nossa mente gaste energia com coisas que já nos acostumamos a fazer, e nem percebemos mais ao executá-las. É mecânico, automático mesmo.

Sabe aquela hora que você chega em casa e seu dedo já vai direto no botão da TV? Você entra, faz tudo com ela ligada e nem presta muita atenção no que está fazendo. Quando senta no sofá come sem ver, conversa sem olhar para o outro… Parece até que o canal não pode mudar porque você já se acostumou demais para querer mudar pra outro.

No trabalho, você faz tudo igual todo dia, sem muito questionar ou pensar em novas alternativas que poderiam enriquecer ainda mais sua vida profissional. E depois de tudo isso, ainda reclama que não faz nada como gostaria, que não tempo de curtir os filhos e os amigos. Você chega em casa e, quando vê, já é hora de dormir.

Enfim, são inúmeras as situações em que fazemos tudo por obrigação, sem nem se dar conta de como tem sido feito. E pior: sem sentirmos muito prazer em nada. Aposto que muita gente identificou cenas como essas na vida atual ou no passado. Todo mundo já passou por isso!

Lembre-se: nessa vida passageira, nós somos os agentes transformadores da mudança. Nada melhor do que um novo ano, com 365 novas chances, pra tentar fazer diferente: ser uma mãe melhor, cuidar mais de si, levar uma vida mais saudável, curtir bons momentos reais com quem você mais ama. Boa notícia: Tudo depende só de nós mesmas.

O processo de Coaching me ajudou muito a sair dessa inércia. Foi ele o gatilho para que eu me arriscasse a fazer tudo diferente: largar o emprego de anos e ir em busca da realização dos meus desejos. Inclusive o de motivar outras pessoas a desligarem o piloto automático também. Foi o Coaching que me ajudou a criar um novo plano de ação – e por que não, de vida? Agende uma consulta. [contato@vidaposparto.com ou envie direct com suas perguntas]

E se você entrasse em casa sem ligar a TV, o que você faria?

Por que o coaching para mães?

Vivemos um bilhão de novas experiências quando nos tornamos mães. A maternidade exige uma mudança de rotina, que muitas vezes, coloca o nosso lado de mulher e profissional em segundo plano. Como conciliar maternidade e vida profissional? Como resgatar a autoestima?

Comigo não foi diferente. Minha vida virou de ponta a cabeça, senti todas essas angústias e fiz todos esses questionamentos. Como educar minha filha sendo o melhor exemplo para ela? Como cuidar de mim mesma? Foi aí que decidi mudar, ou seria uma pessoa infeliz, deixando a desejar como mãe e mulher.

Desde, então, compartilhar minha experiência e apoiar outras mulheres se tornou um propósito. Formei em Life Coach para ajudar mães que anseiam por mudanças, resgate da autoestima e melhor planejamento de vida. Pra mim, uma das coisas mais prazerosas que existem é acompanhar a evolução de cada uma delas dia após dia.

Apesar da palavra Coaching estar banalizada demais, ainda assim gosto de usá-la. O Coaching é o apoio que as mães insatisfeitas em algum pilar de sua vida precisam para sair da zona de conforto. Ele é a injeção de ânimo para elas se redescobrirem e fazerem novas escolhas.

O Vida Pós Parto apoia a mãe no resgate da autoestima porque entende que ele é uma alavanca para tudo. Quando nos sentimos bem e confiantes das nossas escolhas tudo acontece de maneira leve e positiva: seja alcançar o corpo dos sonhos, fazer uma transição de carreira, ter mais qualidade nos relacionamentos ou organização e disciplina com a agenda pessoal e familiar. Vamos juntas? Agende uma consulta. [contato@vidaposparto.com ou envie direct com suas perguntas].

Por que o Coaching é importante para, nós, mulheres?

Mães, esposas, profissionais, amigas… Onde encontramos tempo para realizar tantas tarefas? Quando cuidar da gente? Como garantir a nossa satisfação pessoal? Ou melhor: o que nos deixa realizadas?

Decisões relacionadas à carreira profissional, à maternidade ou ao casamento devem ser gerenciadas em busca do nosso bem-estar. Para encontrar essa tão desejada satisfação pessoal, entretanto, precisamos de autoconhecimento. É fundamental identificar o caminho a seguir e os problemas em nome de uma vida melhor.

É aí que entra o Coaching, ou Mentoria, uma metodologia que une técnicas e ferramentas com base científica e de resultados comprovados para ajudar um indivíduo a entender melhor quem ele é e o que ele busca. Baseado em minha própria experiência de vida, por exemplo, criei meu próprio método, a MELOdologia, no qual apoio mamães de primeira viagem, nessa nova fase da vida.

O mito da “supermulher”

A imagem daquela mulher que dá conta de mil tarefas ao mesmo tempo gera muita expectativa, cobranças e frustrações. Em busca da perfeição em todos esses papéis, acabamos não tendo tempo para cuidar de nossas emoções e refletir sobre nossa vida. Para quem acabou de se tornar mãe, então, é pior ainda!

A boa notícia é que não temos que ir além dos nossos próprios limites, e também não somos obrigadas a sermos perfeitas o tempo inteiro. É preciso, se conhecer, aceitar as limitações e aprender a desfrutar mais daquilo que nos dá prazer.

Como o Coaching ajuda nessa?

O Coaching nos ajuda a enxergar o nosso próprio potencial, e valorizar a capacidade que temos de ser mães, mulheres, esposas, amigas.

Por meio de uma metodologia específica, aprendemos a nos conhecer, identificamos sonhos e metas e como se planejar e organizar para alcançar cada um deles.

Com o tempo, passamos a conseguir cumprir todas as obrigações sem deixar de lado o lazer e o bem-estar. O resultado final é uma vida mais saudável, plena e, sobretudo, mais empoderada!

E, sim, apesar de ser, hoje, uma Life Coach de Mães, eu também passei pelo processo de Coach. Foi por meio dele, inclusive, que descobri que podia apoiar mulheres em suas vidas pós maternidade.

  • Site desenvolvido por Agência Vetta