instagramcustom

Categoria:

Coaching de Mães

VPP Entrevista: Ana Paula Garcia, do Mãe na Hora Certa

Hoje eu bati um papo com a Ana Paula Garcia, no Vida Pós Parto na CDL FM 102.9. Ela é Coach para gestantes e idealizadora do Mãe na Hora Certa. Pra quem perdeu a entrevista, segue na íntegra. Vale super a pena conferir.

Letícia Melo: Você idealizou o Mãe na Hora Certa após uma experiência de vida sua na maternidade?

Ana Paula Garcia: O Mãe na Hora Certa é um projeto de Planejamento Financeiro, Pessoal e Profissional para as tentantes e gestantes. Eu idealizei este projeto depois do nascimento dos meus filhos, pois entendi que nos preparamos para os nove meses de gestação e não para as mudanças que chegam com o nascimento dos nossos filhos.

Letícia Melo: Eu posso dizer que o projeto também é um gerador de conteúdo para as mães além do serviço de Coaching? Conta pra gente como funciona e quais os serviços do Mãe na Hora Certa.

Ana Paula Garcia: Sim, mantenho as redes sociais do Mãe na Hora Certa com conteúdos diferenciados sobre como se planejar para a chegada do bebê. Desenvolvi o Coach para Gestantes e Tentantes para orientar as futuras mamães a se planejarem para as mudanças que vão ocorrer na sua rotina com a chegada do seu filho. E a novidade deste ano é o Personal New Mom, um passo a passo de como organizar a casa da futura mamãe para receber seu bebê.

Letícia Melo: E o coaching para as gestantes apoia a mãe em quais etapas da maternidade?

Ana Paula Garcia: O processo de coaching permite apoiar a futura mamãe em todas as etapas: antes, durante e depois da gestação. Vamos atuar a partir do momento que a mamãe me procurar, depende da fase que ela estiver vivenciando. Quanto antes iniciarmos o processo mais tempo essa mãe terá para se planejar.

Letícia Melo: Se você pudesse dar uma única dica para as Mães, qual seria?

Ana Paula Garcia: Futuras mamães não deixem para tomar suas decisões pessoais, financeiras e profissionais no período da sua licença maternidade, este é um momento conturbado de emoções a flor da pele que podem influenciar negativamente suas escolhas. Façam seu planejamento materno além dos 9 meses da sua gestação, afinal filho é para a vida toda! Ana, obrigada por compartilhar seu conhecimento e projeto conosco. Para quem quiser saber mais, é só acessar o Mãe na Hora Certa no Facebook ou Instagram.

Ler é fundamental

Seja no kindle, tablet, note, celular ou nos charmosos livros de papel, a leitura é fundamental em nossa vida. Muito mais que um hábito pra lá de prazeroso, com ela nos tornamos pessoas muito melhores.

Isso tudo porque ler traz benefícios em diversas esferas de nossa vida. Aprendemos a nos expressar melhor. Para quem fala em público, ela ajuda a desenvolver a oratória. Além, é claro, de melhorar nosso repertório de palavras. Digo isso por experiência própria.

Ler também nos deixa mais inspiradas. Os livros nos libertam de padrões, ideias pré-concebidas, abrindo nossa cabeça para um mundo novo.

A leitura nos tira da zona de conforto. Principalmente quando o livro aborda um assunto ou perspectiva diferente daqueles que estamos habituados. Eles nos fazem refletir, oferecem novas ideias, que nos despertam para novos pontos de vista.

O resultado disso é um autodesenvolvimento contínuo e maior qualidade nos relacionamentos interpessoais.

Se você está precisando de algumas dicas, compartilho abaixo uma listinha com alguns livros que li nos últimos meses e têm me inspirado bastante.

  • Empreendendo felicidade (Pedro Salomão)
  • Osho, o livro das mulheres
  • Osho, vivendo perigosamente
  • O poder do agora (Eckhart Toll)
  • Autorresponsabilidade (Paulo Vieira)
  • Autoestima do seu filho ( Dorothy Corkille)

Em dias de desânimo, explore o que mais sabe fazer

Tem dias que acordamos meio pra baixo, sem muito ânimo até mesmo para fazer as coisas que mais gostamos. Super normal. Só não podemos nos entregar, e transformar o dia em um verdadeiro inferno.

Uma dica ótima para espantar esses sentimentos ruins é darmos uma trégua e nos permitirmos: explorar aquilo que mais sabemos e curtimos fazer! Vale cozinhar, escrever, dançar! Além de relaxar a mente, ajuda – e muito – na autoestima.

Se você é mamãe pode aproveitar o dia para brincar com seu pequeno. Nada mais prazeroso do que sentir o gostinho da infância, daquela época em que o único dilema era escolher qual brincadeira fazer.

Correr, pedalar ou praticar qualquer outra atividade física é ótimo para dar uma suadeira, espantar coisas ruins e dar aquela endorfinada. Se o desânimo vier acompanhado de cansaço, uma boa pedida é marcar uma massagem ou encontrar com uma amiga que você não se encontra há tempos.

Que tal colocar um ponto final em algo pendente há muito tempo? Resolver um conserto em casa, levar roupas para doação, organizar o armário. Todas essas atividades acabam dando um gostinho de satisfação e de ter o controle sobre a nossa própria vida. Experimente!

Monte as regras com seu filho

De acordo com a Mariana Lacerda, Educadora Parental em Disciplina Positiva, envolver a criança na criação da regra de casa é mais eficaz do que simplesmente dizer “não pode”.

Pensa bem, você gostaria de ser proibida de fazer algo sem ter muita explicação? Com a criançada funciona do mesmo jeito. Você acaba limitando o pequeno até mesmo a se desenvolver. O resultado pode ser um adulto cheio de complexos no futuro.

Segundo ela, a autonomia é o segredo da educação. E conceder autonomia ao seu filho tem tudo a ver com respeito. A respeitar sua capacidade, seu potencial e até mesmo as descobertas nesse mundo incrível, repleto de possibilidades.

É muito mais produtivo ficar do lado da criança, apoiando-a sem fazer por ela o que ela já consegue ou deseja fazer sozinha, do que fazer pra ela. É muito mais gostoso quando o relacionamento materno é embasado na parceria, em criar regras juntos. Enfim: você está colaborando com o crescimento da criança enquanto pessoa quando acompanha o seu desenvolvimento sem se intrometer.

Que tal seguirmos o que a Mariana fala sobre o assunto e passar a confiar no seu pequeno? Ele tem potencial. Afinal, “a criança que se desenvolve com autonomia também desenvolve seu senso de autoconfiança”.

Para saber mais sobre Disciplina Positiva, participe do #VPPApresenta, no dia 10 de março, no Boulevard Plaza Hotel. A Mariana Lacerda será uma das palestrantes. Aguardamos vocês!

Sobre o papel de ser mãe

Fiz um post desabafo na semana passada, em que dizia que não somos obrigadas a fazer e dar conta de tudo. Indo um pouquinho mais além, ressaltei a importância de fazermos aquilo que julgamos fazer bem pra gente em primeiro lugar.

Prosseguindo o assunto, hoje gostaria de falar para quem acabou de se tornar mamãe e ainda está com várias dúvidas sobre como assumir mais esse papel.

Quando engravidamos, criamos mil de expectativas. Ficamos ansiosas e apreensivas: temos que ser a mãe e a esposa perfeita, cuidar da casa, ter sucesso profissional e ainda estarmos sempre lindas.

Como já disse, não dá para fazer tudo ao mesmo tempo. O primeiro passo é aceitar e não entrar em pânico. Racionalize cada uma das atividades.

Enquanto as crianças ainda são pequenas, talvez elas precisem mais de você do que o trabalho. O sucesso profissional pode esperar um pouco. Enquanto isso, planeje o que quer fazer depois que elas crescerem.

Não se culpe! Tente fazer o que está ao seu alcance. Nem sempre fazer tudo é o melhor. Deixe a ansiedade de lado e não descuide nunca de você. Cuidar da saúde e do corpo deixa a autoestima mais alta e a gente fica muito mais disposta pra encarar todas essas tarefas!

Caso precise de uma apoio nesta fase da vida, saiba que o Coaching para Mães vai ajudá-la. Vamos juntas nessa! Envie um email para [contato@vidaposparto.com] e agende sua sessão.

Apaixone-se pelo seu dia-a-dia

Do que adianta decidir emagrecer, ir à nutricionista e sair com um plano alimentar na mão se você não gosta dele? As chances de jogar tudo para o alto são gigantescas!

O mesmo acontece no trabalho. Não adianta nada cumprir todas as tarefas sem paixão e pedir um aumento no final do mês. A resposta obviamente vai ser não.

Se tivermos paixão as coisas mudam! Toda pessoa apaixonada vive melhor, trabalha melhor, se relaciona melhor e ganha melhor. Quem é apaixonada pelo seu dia-a-dia dorme melhor, acorda melhor e certamente é mais bem-humorada.

Os resultados são provenientes dos processos, de cada passo. Se não forem realizados com paixão e tesão não terão resultados satisfatórios. Um exemplo disso é emagrecer e manter a boa forma conquistada com saúde por um período duradouro. Se você não se apaixona pelo que faz, como se alimentar de forma saudável, possivelmente seus dias fiéis ao plano da nutricionista estarão fadados ao fracasso.

Todo pé tem seu sapato, todo gosto tem seu bolo, toda panela tem sua tampa. Temos que procurar até achar algo que nos faça feliz na nossa rotina. O nosso dia-a-dia é a nossa vida! Não fique esperando o dia em que vai ganhar na loteria ou perder 20Kg para ser feliz. Esse dia não existe. Só vai existir se o processo for feito com paixão e você parar de xingar as segundas-feiras e sentir angústia aos domingos.

Caso precise de um incentivo o Coaching pode ajudá-la. Vamos juntas nessa! Envie um email para [contato@vidaposparto.com] e agende sua sessão.

Quem disse que temos que fazer e dar conta de tudo?

Ser a melhor mãe do mundo? Ter sucesso profissional? A companheira mais paciente? A amiga mais prestativa? A mulher perfeita! Tantos papéis, tantas cobranças. E a paciência? Vai ficando escassa.

Difícil se cobrar em ser nota 10 em tudo, e ainda ter paciência! Mas quer saber de uma coisa? Quem disse que temos que ser perfeitas em tudo? E mais: que temos que fazer tudo.

O que você quer de fato? O que te faz bem? Fazer as coisas por obrigação, ou simplesmente para agradecer os outros é péssimo! Isso mina nosso foco e energia para aquilo que realmente era importante pra gente. E sim: acaba com nossa paciência.

O que você quer fazer de verdade? Aproveite o fim de semana para refletir e relaxar. Curta com quem você mais ama, fazendo aquilo que mais gosta!

#VPP Apresenta: Julyana Mendes, do @maedesete

Alô, mamães! Vem aí a primeira edição do #VPPApresenta.

O evento, promovido pelo Vida Pós Parto, traz a BH muito conhecimento e interação entre as mães e futuras mamães.

E quem vai falar sobre planejamento, rotina, educação e a maternidade como ela é, é a Julyana Mendes, que inspira as mães por meio do @maedesete. Seu engajamento nas redes sociais é enorme, com público formado por 90% de mulheres interessadas em saber como é lidar com a rotina de 7 filhos de idades tão variadas!

Diariamente ela compartilha seu cotidiano para mais de 275 mil seguidores, tendo BH como seu 5o maior público de interesse/abrangência. As fotos da rotina familiar postadas por ela têm média de 9.000 curtidas, mais de 80 comentários e visualizações que ultrapassam mais de 4,5 milhões de impressões por mês.

Confira a programação completa

Quando? 10 de março (sábado)

Onde? Boulevard Plaza Hotel

  • 13h30 Boas Vindas
  • 14h – Palestra com Julyana Mendes – Mãe de Sete: planejamento e rotina, educação e relacionamento com 7 filhos
  • 15h – Palestra com a Terapeuta Ocupacional Especializada em Saúde da Criança Mariana Lacerda: Disciplina Positiva 15h30 – Orientação sobre alimentação infantil com Letícia Oliveira – Nutrininos: desde a introdução alimentar até as merendas escolares
  • 16h – Talk Show com Julyana Mendes, Mariana Lacerda e Letícia Oliveira
  • 17h – Encerramento e muita interação com o público presente.

E mais: Espaço Kids, estandes de patrocinadores, degustação de produtos e serviços

Ingressos à venda pelo Sympla.

Autorresponsabilidade não é fazer tudo sozinha

Falei semana passada sobre autorresponsabilidade e que “somos nós temos que fazer e ninguém mais”.

A mensagem que quis passar foi de que as nossas escolhas somos nós quem deveríamos fazer e ter coragem de assumi-las. É sobre ser protagonista da própria vida e ter capacidade de colocar as nossas escolhas em prática.

É verdade que depois que a gente faz nossas escolhas pode ser difícil assumir e colocar tudo em prática. A capacidade de realização não é pra todo mundo.

Não estou falando que temos que sair fazendo tudo sozinhas. É por isso que precisamos de apoio, de algum profissional que nos incentive a dar o primeiro passo e enxergar propósito no que decidimos fazer. De ter uma equipe para nos estimular a realizar nossos objetivos profissionais. Os nossos amigos e a nossa família também são fundamentais nesse processo, sobretudo nas questões pessoais.

O processo de coaching você é incentivado a planejar a realização de cada um dos seus desejos. Geramos clareza de como fazer acontecer , no plano de ação que você vai desenhar para dar o primeiro até o último passo.

Não sabe quais são seus sonhos? Pois então, a mentoria ainda nos ajuda a pensar, sonhar e até escolher o que queremos da nossa vida. Está precisando de um empurrãozinho para se descobrir ou tocar seus desejos? Vamos juntas nessa! Envie um email para [contato@vidaposparto.com] e agende sua sessão comigo.

A tal da autorresponsabilidade

Falei outro dia sobre o quanto temos o péssimo hábito de reclamar. E como se não bastasse, encontrar culpados pelas coisas ruins que acontecem conosco. Essa atitude pode até ser automática.

A grande verdade, entretanto, é que somos, nós, as principais responsáveis por tudo o que acontece, tanto de positivo quanto negativo. São as nossas escolhas que direcionam nossos caminhos. Não existe destino, acaso ou fatalidade.

Não adianta buscar explicações para as coisas que acontecem, enquanto tudo que acontece é uma resposta às nossas atitudes ou omissões.

Nada de achar isso tudo assustador. Na real, saber que tudo está em nossas mãos é altamente empoderador.

Se estamos em uma situação ruim, fomos nós que nos colocamos nela. Melhor: temos força e potencial para sair dela. E se queremos muito a realização de algo, está em nossas mãos fazer acontecer. É só abrir mão da preguiça e ir à luta.

Nada está fora do nosso controle. Somos nós quem ditamos as regras, escolhemos os rumos e mudamos a direção quando necessário. A gente sabe exatamente o que fazer caso nossas ações não estejam nos levando para onde gostaríamos de ir.

Só nós temos que fazer acontecer e ninguém mais. Encorajador isso, certo?

  • Site desenvolvido por Agência Vetta