instagramcustom

Categoria:

Mundo Fit

As aulas fitness que estarão com tudo em 2018

Assim como na moda, no design e na decoração, o universo fitness também tem suas trends.

De olho nas apostas para o ano que vem, o Colégio Americano de Medicina Esportiva publicou o Top Worlwide Fitnesse Trends. A pesquisa, super esperada no meio, indica quais serão as 20 tendências do mercado fitness para 2018. As aulas coletivas e o HIIT ainda encabeçam a lista.

Existem, entretanto, outras modalidades e programas que estão em alta nas academias do mundo inteiro e, certamente, vão conquistar ainda mais espaço. Os resultados? Nossos treinos vão ficar ainda mais prazerosos.

  1. HIIT – Treino Intervalo de Alta Intensidade
  2. Aulas Coletivas
  3. Wearable technology: dispositivos que podem ser ‘vestidos’ e ajudam a monitorar desempenho.
  4. Body weigh training – Treinamento com Peso Corporal
  5. Strenght training – Treinamento de Força
  6. Educated certified
  7. Yoga
  8. Personal training
  9. Programas fitness para idosos
  10. Funcional
  11. Exercise and weight loss – Exercício para Perda de Peso
  12. Exercise and weight gain – Exercício para Ganho de Peso
  13. Personal training de grupo
  14. Atividades ao ar livre
  15. Flexibility and mobility rollers – Flexibilidade e Mobilidade
  16. Licensure for fitness professionals – Licenciamento para Profissionais Fitness
  17. Circuito
  18. Wellness coaching – Bem-Estar Coaching
  19. Core Training – Treinamento Básico
  20. Sport Specific Training – Treinamento Especial para o Esporte

Para quem quer investir em alguns desses programas ou modalidades, a minha dica é a Bodytech. Acompanhar as novas tendências e garantir a melhor experiência para nós, alunos, sempre esteve no DNA da academia.

Para 2018, o HIIT, novas aulas coletivas, o uso de wearables e os treinos de força e com o peso corporal estão entre as novidades da rede.

Exagerou na orgia gastronômica? Volte ao equilíbrio!

Deu aquela exagerada básica no Natal? O post de hoje foi escrito pensando em você. E em mim também, rs! Afinal de contas, falta menos de uma semana para o Réveillon. Queremos ficar lindas naquele look deuso que escolhemos para entrar 2018 com o pé direito.

O primeiro passo é não se culpar. Não tem problema nenhum em enfiar o pé na jaca. Ainda mais em um momento tão saboroso quanto o Natal. São essas exceções que justificam a rotina saudável, com comida de verdade e atividade física. Só não vale sentir culpa.

Quer dar uma desintoxicada? Beba água, aposte nos chás e em refeições recheadas de muitos legumes e folhas. Fica a dica: a abobrinha, o aspargo e o chuchu são poderosos diuréticos naturais.

Parta para o aeróbico para garantir o shape que você suou o ano inteiro pra conquistar. Vale esteira, bike, corrida ao ar livre, escada, natação… Enfim, aquela atividade que mais te deixa endorfinada! Detalhe: nessa época as academias estão vazias e muito mais agradáveis.

Já está de férias curtindo a praia? Não tem problema! Nada do que uma corridinha na areia fofa pra começar o dia com o astral nas alturas. RÁDIO

A Drenagem Linfática Manual no combate à celulite

O fim de ano está aí, o verão também e curtir as férias na praia ainda é uma das melhores pedidas para a temporada. Pelo menos pra mim! Quem me conhece, sabe que eu amo.

Além da dobradinha exercício e alimentação saudável, a dica para quem quer usar biquíni sem se preocupar, é investir na Drenagem Linfática Manual. O procedimento é bem menos agressivo e mais eficaz que outros tipos de massagens estéticas.

Estou fazendo a Drenagem e pedi à Andréa Boareto, esteticista facial e corporal, para falar um pouquinho sobre esse método super bacana que promete reduzir esse problema pra lá de indesejável.

O que é a Drenagem Linfática Manual?

A Drenagem Linfática Manual é um procedimento fundamental nos tratamentos mais avançados para o controle e redução da celulite. É considerada, sem dúvida alguma, a melhor massagem para eliminar este problema, pois utiliza de maneira científica e correta o toque manual.

A técnica exige precisão e delicadeza, evitando-se aplicar pressão superior à necessária para mobilizar a linfa nos coletores e gânglios linfáticos. Tem como objetivo drenar o excesso de líquido no corpo e rosto, favorecendo sua reabsorção e evitando o acúmulo de toxinas.

O tratamento regular de DLM nas regiões com celulite instalada melhora significativamente o quadro

São considerados tratamentos proscritos os métodos agressivos de massagem, que causam traumas nas regiões tratadas, tornando-as muito tensionadas e irremediavelmente rotas. Ainda nestes métodos ocorre a fragilização de vasos sanguíneos e linfáticos, agravando com o tempo os problemas já existentes!

A DLM, ao contrário, com suas manobras seguras e bem orientadas, reforça a circulação sanguínea e o sistema linfático, favorecendo a cada dia a saúde e a beleza do seu corpo.

A DLM-corporal/facial é também utilizada em diversas indicações terapêuticas:

  • celulite;
  • varizes e pernas cansadas;
  • problemas circulatórios;
  • pós cirurgias plásticas;
  • pós lipoaspiração;
  • edemas da gravidez;
  • TPM;
  • enxaquecas,
  • sinusite, rinite, otite;
  • artroses, artrites, tendinites

Para casos de celulite e retenção de líquidos, as sessões de DLM devem ser feitas regularmente. O importante é estabelecer uma rotina, seja semanal ou quinzenal! A celulite não tem cura, mas controle.

Andréa Boareto. É esteticista facial e corporal há 20 anos. Atualmente, é graduanda em Nutrição, pela UFMG.

A importância do personal trainer

Seja para conquistar o corpo dos sonhos, evoluir nos treinos ou aumentar a força e a massa muscular, o profissional de educação física é um dos personagens fundamentais.

Detalhe: a orientação de um personal trainer não vale apenas para os treinos de musculação, mas também para as corridas e o pedal ao ar livre. Afinal de contas, todas essas atividades exigem esforço por parte da musculatura e articulações.

O acompanhamento de um profissional pode trazer resultados muito melhores e mais rápido. Listei os principais.

Mais segurança e menos lesão

É o professor de educação física quem vai indicar os exercícios e a intensidade adequados aos seus objetivos e condicionamento. Além, é claro, de corrigir as falhas de postura durante a execução das atividades. Com isso, as articulações e a musculatura não sofrem esforços excessivos e as chances de você se lesionar são ainda menores.

Melhora do desempenho e condicionamento

Um bom educador físico cria uma rotina de treinos com atividades que vão ajudar a melhorar sua força e funções cardiovasculares e respiratórias. Esse desenvolvimento é essencial, pois um pulmão e coração fortes influenciam diretamente nos seus resultados.

Adequação à meta desejada por você

Só o personal trainer é capaz de indicar os exercícios mais adequados para conquistar o corpo dos sonhos. Lembre-se: o que vale para sua melhor amiga, pode não ser o mais adequado pra você. Cada corpo, uma sentença.

Muito mais motivação

Quando o assunto é motivação, o educador físico colabora em dois aspectos. O primeiro é a capacidade de elaborar treinos diversificados para evitar a monotonia e a desmotivação. O outro diz respeito ao apoio psicológico. Quem nunca deixou de correr alguns metros a mais ou completar uma série na academia por falta de um empurrãozinho incentivador? O incentivo verbal é fundamental para mostrar que você capaz de superar seus limites.

Seus resultados serão concretos

Com a orientação de um profissional, você vai evoluir continuamente. É ele quem vai criar uma periodização dos treinos para você atingir sua metas ou traçar outras, ainda mais ousadas.

A supervisão de um educador físico é tão importante quanto se exercitar regularmente.

E mais: engana-se quem pensa que isso só vale se tiver um personal trainer. Se você quer começar a se exercitar, mas está sem grana para investir em um atendimento individualizado, lembre-se que as academias contam com instrutores qualificados, oferecendo cada vez menos fichas padrão.

Estou sem personal no momento, mas digo que estou bastante satisfeita com o atendimento que tenho tido na Bodytech.

Por isso, escolha a dedo onde vai malhar e não hesite em pedir ajuda e discutir com o instrutor sobre seus objetivos, metas e em caso de qualquer dorzinha ou incômodo, hein?

No mais, é só investir em uma alimentação recheada de comida de verdade e ter – muita – força de vontade e disciplina.

Gestão de tempo: malhe junto com seu filhote

Quem é mãe sabe: a chegada dos filhos vira a nossa rotina de ponta a cabeça. Em meio a tantas novas tarefas, acabamos deixando nossa vida profissional e pessoal em segundo plano.

A atividade física é uma das primeiras coisas que abrimos mão. Como encontrar um tempinho para ir à academia? Por experiência própria, eu digo que é super possível! E mais: uma gotinhas de suor são essenciais para liberar endorfina, e deixar a autoestima nas alturas.

O primeiro passo para conseguir conciliar a academia com as outras responsabilidades é organizar o seu dia. Você pode malhar enquanto a criança está na escola. Também vale negociar com seu companheiro para que ele cuide dela enquanto você vai correr, por exemplo. Afinal de contas, a educação é responsabilidade do casal, certo?

Se essas estratégias forem inviáveis, você pode levá-la para malhar junto com você. Essa solução pode acontecer de vários jeitos. Todos eles super prazerosos, saudáveis e enriquecedores tanto pra gente, quanto pra criançada.

Ainda nenéns, a dica é caminhar ou correr levando eles no carrinho. Você também pode fazer o treino na presença da criança e até convidá-la para participar junto. Quantas vezes eu já me exercitei na frente da Júlia, e ela acabou arriscando fazer os mesmos movimentos. Se orientado por um preparador físico ou médico, você pode usar a criança como peso e mantê-la nos braços e pernas enquanto realiza uma série de agachamentos, flexões e abdominais. É um jeito ótimo de você criar ainda vínculos mais próximos com seu pequeno.

Quando seu filho crescer, você pode incentivá-lo a praticar um esporte, matriculando em uma aula específica. Vale balé, natação, futebol. Enfim, o que a criança mais curtir fazer. Júlia e eu, por exemplo, exercitamos na mesma academia. Enquanto eu faço musculação, ela nada. Um jeito ótimo de estimulá-la a ter hábitos saudáveis desde cedo.

Atualmente, as academias já contam com programas focados nos pequerruchos. A Bodytech, por exemplo, tem o Super Kids. Voltado para crianças a partir dos três anos, o objetivo é promover o desenvolvimento das habilidades motoras e das capacidades físicas dos de um jeito lúdico e super divertido. São várias os esportes oferecidos e a quantidade varia de unidade para unidade.

Natação: a melhor pedida contra problemas respiratórios

Não é segredo pra ninguém que a Natação traz diversos benefícios para a criançada. Há uns dias, eu falei sobre isso ao contar que a Júlia retomou as aulas. A atividade física desenvolve a coordenação motora, fortalece a musculatura respiratória e ajuda na socialização.

Segundo os professores da Gota D`Água, nadar também reduz os sintomas de problemas respiratórios, como a rinite, sinusite, bronquite e asma. É que o movimento dos braço abre e fecha as costelas, trabalhando a caixa torácica e as musculaturas intercostal e abdominal, facilitando, assim, a respiração diafragmática. Todos esses movimentos são coordenados junto com a Respiração.

Vale lembrar que, além de oferecer um dos melhores ensinos de Natação para a criançada de BH, a Gota D`Água ainda se preocupa em evitar a alergia dos alunos. Há muitos anos, as piscinas recebem tratamento com ozônio. A temperatura e o PH são medidos a cada 2 horas! Um baita diferencial. Nadar em uma piscina que não irrita os olhos, não causa alergias e com água cristalina é garantia de conforto e um melhor rendimento nas aulas.

Inclusive, é um dica ótima pra vocês, papais e mamães, sempre ficarem atentos ao tratamento da água da piscina que seus filhos frequentam ou fazem aulas de Natação. Mergulhar com segurança é essencial!

5 erros de quem quer ficar em forma rapidamente

Você quer ficar em forma para as férias de verão. Saiu da zona de conforto, está indo à academia e se alimentando melhor.

Como o tempo é curto e a ansiedade gigantesca, é preciso correr atrás do prejuízo logo. Certo! É ótimo incorporar hábitos mais saudáveis e ter uma meta definida. O que não vale nessas horas é recorrer a algumas atitudes que podem atrapalhar o processo. Muita calma nessas horas, hein? O mais difícil que é mudar de postura, você já fez.

Descubra os principais erros de quem quer entrar em forma rapidamente e como evitá-los.

Ficar horas na academia

O que importa é a qualidade e não a duração. O segredo de um corpo mais forte e bonito está na intensidade do treino. Estudos recentes mostram, inclusive, que é melhor treinar por menos tempo e no limite máximo de esforço do que ficar horas a fio se exercitando em uma zona de conforto. Ou seja: se não for pra sair suada, nem adianta ir malhar.

Seguir o treino alheio

Nada de seguir o treino da sua amiga que está exercitando desde o inverno, hein? Do contrário, o resultado pode ser uma lesão e até frustração por não conseguir seguir o programa. Os treinos são individuais e pensados de acordo com suas necessidades e condicionamento físico.

Treinar mais pernas que os braços (ou vice-versa)

Não há nada de errado em querer um bumbum mais empinado ou uma barriga sequinha e definida. Privilegiar determinadas regiões, entretanto, pode provocar um desequilíbrio muscular. O treino equilibrado, focado no corpo todo, garante um resultado muito mais bonito e harmonioso.

Comer pouco

Esse é um dos principais erros de quem quer se livrar das gordurinhas extras. Na hora do desespero, é comum cortar o carboidrato e recorrer a dietas restritivas demais. O resultado até reflete na balança, é verdade. Mas não ensina o principal: a adotar uma postura saudável com a comida. E mais: você ainda pode ficar sem energia para se exercitar. A mudança tem que ser gradual, equilibrada, sustentável e pra sempre.

Viver à base de suplementos e shakes

Comida de verdade, gente! Menos processados e mais alimentos naturais. É isso que emagrece e deixa a saúde em dia.

Lembre-se: não é da noite pro dia que você vai conquistar os resultados dos sonhos. O processo é longo, trabalhoso, mas vale muito a pena: para o corpo, saúde, mente e sobretudo pra sua autoestima.

Como planejar a alimentação para a semana?

Quem me segue no Instagram, sabe que recentemente fiz o desafio #BHFIT, da CrossFit BH. Depois de um mês, saí da zona de conforto, deixei as escapulidas e a autossabotagem de lado e voltei ao foco total. Reduzi vários alimentos nocivos, inclui outros e, hoje, tenho ainda mais certeza que uma alimentação saudável nos faz colher bons resultados na saúde, corpo e mente. Enfim: é um dos principais segredos para vivermos melhor.

Foi com o desafio que voltei com um hábito super positivo que tinha deixado há algum tempo por pura preguiça e cansaço: fazer minha própria comida e levá-la para os compromissos do dia-a-dia. E é sobre isso que gostaria de falar hoje: como planejar a sua alimentação.

Comer fora uma vez ou outra, tudo bem. Principalmente, quando se trata de um jantar ou almoço especiais. Todos dias, entretanto, cansa! Pior: pode fazer mal e engordar. Quando a gente faz nossa própria comida, temos mais controle da qualidade dos alimentos e quantidade de tempero e gordura. Sem contar que fazemos tudo do jeitinho que nosso paladar pede. Nada mais saboroso!

Planeje sua refeições e ganhe tempo!

Geralmente, eu uso o sábado ou domingo para planejar tudo o que vou comer durante a semana. Depois, é hora de colocar a mão na massa e cozinhar. Inclusive, convido a Juju para colocar o avental e preparar as refeições comigo. Assim, eu ainda aproveito para conscientizá-la desde cedo sobre a importância da alimentação saudável.

Depois de cozido, separo tudo em potes nas quantidades certas que vou precisar em cada dia e levo ao congelador. As ervas e os temperos frescos para dar um sabor especial à comida, eu deixo para colocar no dia em que vou comer.

O que comer?

Comida de verdade! As suas refeições devem ser recheadas de alimentos naturais e – nada – refinados ou processados. Lembre-se de sempre colocar um carboidrato (dê preferência aos integrais!) 1 proteína magra (frango ou peixe para o almoço/jantar e queijo branco para os lanchinhos intermediários), folhas e legumes variados (os da estação são sempre as melhores pedidas), frutas e castanhas (para quando a fome bater). Tudo muito simples, não é mesmo?

Com tudo programado e planejado, fica fácil você levar a comida para o trabalho e outros compromissos do dia-a-dia.

Inspirações para você levar na marmita 

  • Biscoito de arroz recheado com manteiga de amendoim
  • Tapioca recheada com geleia sem açúcar
  • Fatia de queijo branco (ou fruta) e castanhas
  • Omelete de tomate e manjericão

O ciclo menstrual e a atividade física

Para cada fase do ciclo menstrual, um tipo e uma intensidade de atividade física específicos.

Que nós, mulheres, passamos por alterações hormonais durante todo o mês não é novidade pra ninguém. Sobretudo, naqueles dias em que os hormônios da TPM estão em alta no nosso organismo.

A novidade é que existem maneiras de tirar proveito de cada fase do ciclo, deixando os treinos ainda mais eficientes. E sim: você pode aproveitar para dar uma variada nas modalidades, e não cair no tédio.

Nos primeiros dias, aqueles que correspondem ao período da menstruação, tendemos a ficar menos dispostas. A recomendação nessas horas é não exagerar. A atividade física deve ser moderada. Se fizer algo que curta fazer, melhor ainda. Assim, você relaxa e afasta a tensão menstrual pra bem longe. Segredo: pratique o esporte que mais ama.

A partir do sexto dia, o nível do estrogênio – hormônio produzido e liberado pelo ovário – começa a aumentar gradualmente. O pico é atingido no 14º dia, que é quando ovulamos. Esse período é super favorável para ganhar massa magra. Aproveite a energia para treinar forte, dando o melhor que puder de si mesma.

Já na segunda metade do ciclo, a tendência é perder gordura. O famoso cardio, ou aeróbico, é a pedida perfeita, sobretudo se você quiser perder algumas gordurinhas acumuladas. Em tempos de calor, fica a dica de investir nos treinos na piscina.

5 truques infalíveis para comer melhor

Você quer ter uma alimentação mais saudável, mas não sabe muito bem por onde começar? Separei algumas dicas super fáceis, e até mesmo econômicas, para incorporar com muito mais naturalidade hábitos positivos no seu dia-a-dia. Você vai perceber que comer comida de verdade é simples, e muito mais gostoso do que imagina.

Faça um diário da sua alimentação

Anote tudo o que comer. Tudo, tudo mesmo. Até aquela balinha “aparentemente” inofensiva após o almoço. Funciona como naquela listinha dos gastos financeiros. Só assim para perceber os excessos e escolhas ruins que faz ao longo do dia. Depois de uma semana, você vai querer se livrar de tudo rapidinho.

Tenha metas

Quantas vezes você comeu doce nos últimos dias? Estabeleça metas para reduzir a quantidade, até chegar a apenas 20% de escapadas por semana. O mesmo vale para o álcool e o açúcar, ok? Lembre-se: são as exceções que justificam as regras. Pra cair em tentação, tem que valer a pena.

Coma mais frutas

Misture no iogurte, coloque na salada, coma nos lanches intermediários… Elas nos deixam saciadas e são muito gostosas. Além disso, são ricas em fibras, vitaminas e minerais e um monte de outros nutrientes que fazem super bem para a saúde do corpo e da mente.

Dica de ouro: prefira as frutas da estação. Elas são mais baratas e conservam melhor o gosto e as propriedades nutritivas. Só não vale exagerar na dose, hein?

Prepare receitas saudáveis e deliciosas

Muito mais que simplesmente “fit”, os pratos devem agradar o seu paladar. Comer o que não gosta só porque faz bem, ou não engorda, causa mau humor. Aqui no blog, tem uma lista de receitas que vão te ajudar nessa.

A mudança é gradual

A alimentação saudável tem que ser incorporada de forma natural e sustentável em sua rotina. Nada de dietas radicais e restritivas demais. Assim, fica muito mais leve, saudável e prazeroso levar os hábitos saudáveis adiante. E sim: as chances de engordar novamente são muito menores.

  • Site desenvolvido por Agência Vetta