instagramcustom

Categoria:

Mundo Fit

Crianças x atividade física: como conciliar?

Voltar à rotina de atividade física com a criançada não é tarefa fácil. Com foco e um bom planejamento, tudo dá certo!

Júlia retomou as atividades escolares e físicas esse mês. Na Bodytech, inclusive, tem o programa Superkids, no qual ela está fazendo três aulas  – Ballet, Circo e Natação – e mais o inglês lúdico, com o parceiro Greenwich, uma vez na semana.

A novidade para nós, mamães, é que agora a unidade da Bodytech, na Savassi, tem um espaço kids onde as crianças maiores de três anos podem ficar com um dos instrutores da academia enquanto a gente treina ou nos intervalos das aulas infantis. Júlia faz ballet e depois inglês e se diverte no espaço kids entre as atividades. Já eu aproveito para treinar, tomar banho e sair pronta para os meus compromissos profissionais.

As mamães que entram no trabalho desde cedo, também têm a opção de deixar a criança por lá. Caso ela já tenha idade para ficar sozinha, é claro.

Vale lembrar que nada disso funciona se não tivermos planejamento. Pararmos 30 minutinhos no dia anterior e preparar a agenda, contar com imprevistos, separar lanches, uniformes, e conversar com a criança para que tudo saia bem.

Quem não tem babá, uma rede de apoio ou academia com infraestrutura infantil também consegue conciliar treinos e os cuidados com a criançada. É só escolher uma academia com uma mensalidade que caiba no seu orçamento. Certamente deve ter uma mesinha para que seu filho possa fazer o Para-Casa ou usar o tablet enquanto você treina. Ou até opções de aulas infantis para matriculá-la, e assim incentivar a prática esportiva desde cedo.

Com um bom diálogo familiar e planejamento as coisas se encaixam melhor.

Farra nada tem a ver com jaca

Nada mais gostoso que o Carnaval! 5 dias de festa que todo mundo se permite extravasar, sem culpa da consciência. Aliás, culpa é uma coisa muito ruim, que atrai só sensação negativa. Penso que se for com equilíbrio e responsabilidade, a diversão super vale a pena!

Comer, beber, dançar, conhecer gente nova, curtir os momentos felizes com intensidade. É isso que faz a vida ficar mais leve e gostosa.

Pra não perder o pique da folia, já que ainda tem festa hoje e amanhã, compartilho algumas dicas infalíveis pra você. não enfiar o pé na jaca de vez e não conseguir aproveitar depois.

Coma alimentos mais leves e beba muita água. Principalmente se ingerir álcool! A água de coco é um ótimo repositor de líquidos e sais mineirais. Além de ser uma bebida natural, super saborosa e bem mais saudável que isotônicos. Os sucos de frutas ajudam a refrescar e ainda são ricos em vitaminas. Já a melancia hidrata e garante energia extra pra folia. Experimente misturar laranja e couve. Fica uma delícia e é ótimo pra desintoxicar. Seu fígado vai te agradecer! Manga, mamão, pêssego e banana são ricos em potássio e vitamina C, essenciais pra musculatura, tão exigida pra pular Carnaval.

Bom Carnaval e um ótimo feriado!

Treine com prazer!

Praticar esportes por obrigação é definitivamente muito chato. Sem contar que as chances de você desistir dos treinos logo no primeiro mês são gigantescas.

Também sei que pegar gosto pela atividade física pode ser difícil. Afinal de contas, exercício dói. E, às vezes, ficar no sofá é bem mais prazeroso do que gastar energia levantando peso e fazendo força. Quando você persiste, entretanto, acaba descobrindo o bem danado que umas gotinhas de suor podem fazer pela sua autoestima, saúde e disposição.

Por isso, hoje quero compartilhar com vocês algumas estratégias para transformar a atividade física em um hábito gostoso e indispensável na sua rotina.

Marque o horário do treino como se fosse um compromisso de trabalho. O meu é sempre pela manhã, logo quando acordo. Assim já começo o dia pronta para encarar o que vier pela frente.

Tudo fica muito mais prazeroso quando a gente escolhe algo que curte fazer. Não adianta nada levantar peso, sendo que você acha musculação entediante. Felizmente, são inúmeros os esportes disponíveis: natação, corrida, funcional, dança, crossfit, patins… Em meio à tanta coisa, você vai achar algo que curte muito fazer.

Escolher uma academia agradável, com bons profissionais e bem equipada, também é fundamental na hora de manter a motivação sempre em alta. Eu, por exemplo, amo a Bodytech e o clima do lugar. Sem contar que os profissionais são todos excelentes, criando programas específicos para as minhas necessidades.

Uma outra dica é aquecer seu treino com uma boa trilha sonora. A música faz com que nossas emoções respondam de um jeito bem mais favorável ao exercício. O resultado do seu esforço vai valer a pena. Com o tempo, você vai se sentir muito mais disposta.

Alimentação Saudável nos EUA

Engana-se quem pensa que é impossível comer saudável nos Estados Unidos. Apesar de ser um país com alto número de obesos, nem só de hambúrguer vive o americano. Dá pra se alimentar bem e barato por lá.

Prova disso é que, durante os 20 dias em que estive lá – praticamente vivendo como uma nativa – consegui seguir minha rotina alimentar com bastante facilidade. O principal segredo para manter o foco é preparar a própria comida em casa. Não estou dizendo, é claro, para você ficar escrava da cozinha e deixar de aproveitar a gastronomia local. Mas para quem fica muitos dias, cozinhar pode ser uma bela estratégia para não se jogar nas junkie foods e até poupar uma graninha.

Se você tiver fogão, tudo fica mais fácil. Caso contrário, não é nem de longe um obstáculo. É só comprar frutas, verduras, iogurtes, cereais, saladas prontas e até ovo cozido (algo super comum nos Estados Unidos). Apesar de frutas e verduras orgânicas serem um pouco mais caros que os industrializados, os preços ainda são bem mais vantajosos que no Brasil.

Detalhe: as porções são exageradas. E geralmente pão integral e iogurte têm muito mais proteína do que os nossos produtos.

Os Estados Unidos também oferecem vários mercados saudáveis. O mais famoso deles é o Whole Foods, que é o ideal para comprar verduras, legumes, frutas e produtos mais específicos. O preço é um pouco mais caro. Portanto, para itens mais básicos, prefira o bom e velho supermercado próximo de casa.

Quem quiser manter o foco quando almoçar ou jantar fora, é só fazer as escolhas certas. Uma boa notícia é que todos os restaurantes contam com opções saudáveis, com saladas e menu light ou healthy.

Sair da linha de vez em quando é gostoso, e necessário. Não é um Hambúrguer suculento que vai colocar toda a dieta a perder. Então, aproveite a culinária sim. Com equilíbrio, tudo pode!

A vida esportiva no Texas

Quem me conhece sabe que viajar não é desculpa para deixar a atividade física de lado. Mesmo longe da Bodytech e com as baixas temperaturas dessa época do ano nos EUA, tenho me exercitado regularmente aqui no Texas.

Além de descer pra academia do prédio pela manhã e fazer musculação e algum cardio, também curto as atividades ao ar livre que fazem parte da cultura da cidade. Confesso: é muito mais prazeroso! A natureza é perfeita e me dá uma paz que só ela mesma.

Fort Worth é plana. Super favorável para dar uma pedaladas e manter o shape em forma. Além, é claro, de ser um jeito ótimo para conhecer a cidade.

Alguns locais merecem destaque por aqui. O principal deles é o Trinity Park, que conta com pistas, trilhas e um rio bastante agradável. Dá pra pedalar, correr e ainda levar a criançada junto. Já o Marion Samson Park tem trilhas ótimas específicas para Ciclismo. O Twin Points Park é outra ótima pedida para quem também ama se exercitar ao ar livre. Já o Fort Worth Waters Garden é o oásis no centro da cidade. Projetado por um arquiteto, o local é uma paisagem modernista de piscinas super futuristas.

Com as temperaturas elevadas do Verão, a dica é curtir esportes aquáticos nos diversos rios de todo Meio Oeste americano. Já fiz Caiaque e Canoagem e achei bem legal ver Fort Worth pelo rio. Existem duas empresas mais conhecidas que cuidam desses passeios: Backwoods Paddlesports at Panther Island Rentals, avaliado com 5 estrelas no TripAdvisor, e o Fort Worth Kayak Adventures.

Por fim, pra quem gosta de andar a cavalo, o Benbrook Stables conta com diversas opções de passeios. Uma ótima pedida pra dar uma variada nos treinos convencionais.

As aulas fitness que estarão com tudo em 2018

Assim como na moda, no design e na decoração, o universo fitness também tem suas trends.

De olho nas apostas para o ano que vem, o Colégio Americano de Medicina Esportiva publicou o Top Worlwide Fitnesse Trends. A pesquisa, super esperada no meio, indica quais serão as 20 tendências do mercado fitness para 2018. As aulas coletivas e o HIIT ainda encabeçam a lista.

Existem, entretanto, outras modalidades e programas que estão em alta nas academias do mundo inteiro e, certamente, vão conquistar ainda mais espaço. Os resultados? Nossos treinos vão ficar ainda mais prazerosos.

  1. HIIT – Treino Intervalo de Alta Intensidade
  2. Aulas Coletivas
  3. Wearable technology: dispositivos que podem ser ‘vestidos’ e ajudam a monitorar desempenho.
  4. Body weigh training – Treinamento com Peso Corporal
  5. Strenght training – Treinamento de Força
  6. Educated certified
  7. Yoga
  8. Personal training
  9. Programas fitness para idosos
  10. Funcional
  11. Exercise and weight loss – Exercício para Perda de Peso
  12. Exercise and weight gain – Exercício para Ganho de Peso
  13. Personal training de grupo
  14. Atividades ao ar livre
  15. Flexibility and mobility rollers – Flexibilidade e Mobilidade
  16. Licensure for fitness professionals – Licenciamento para Profissionais Fitness
  17. Circuito
  18. Wellness coaching – Bem-Estar Coaching
  19. Core Training – Treinamento Básico
  20. Sport Specific Training – Treinamento Especial para o Esporte

Para quem quer investir em alguns desses programas ou modalidades, a minha dica é a Bodytech. Acompanhar as novas tendências e garantir a melhor experiência para nós, alunos, sempre esteve no DNA da academia.

Para 2018, o HIIT, novas aulas coletivas, o uso de wearables e os treinos de força e com o peso corporal estão entre as novidades da rede.

Exagerou na orgia gastronômica? Volte ao equilíbrio!

Deu aquela exagerada básica no Natal? O post de hoje foi escrito pensando em você. E em mim também, rs! Afinal de contas, falta menos de uma semana para o Réveillon. Queremos ficar lindas naquele look deuso que escolhemos para entrar 2018 com o pé direito.

O primeiro passo é não se culpar. Não tem problema nenhum em enfiar o pé na jaca. Ainda mais em um momento tão saboroso quanto o Natal. São essas exceções que justificam a rotina saudável, com comida de verdade e atividade física. Só não vale sentir culpa.

Quer dar uma desintoxicada? Beba água, aposte nos chás e em refeições recheadas de muitos legumes e folhas. Fica a dica: a abobrinha, o aspargo e o chuchu são poderosos diuréticos naturais.

Parta para o aeróbico para garantir o shape que você suou o ano inteiro pra conquistar. Vale esteira, bike, corrida ao ar livre, escada, natação… Enfim, aquela atividade que mais te deixa endorfinada! Detalhe: nessa época as academias estão vazias e muito mais agradáveis.

Já está de férias curtindo a praia? Não tem problema! Nada do que uma corridinha na areia fofa pra começar o dia com o astral nas alturas. RÁDIO

A Drenagem Linfática Manual no combate à celulite

O fim de ano está aí, o verão também e curtir as férias na praia ainda é uma das melhores pedidas para a temporada. Pelo menos pra mim! Quem me conhece, sabe que eu amo.

Além da dobradinha exercício e alimentação saudável, a dica para quem quer usar biquíni sem se preocupar, é investir na Drenagem Linfática Manual. O procedimento é bem menos agressivo e mais eficaz que outros tipos de massagens estéticas.

Estou fazendo a Drenagem e pedi à Andréa Boareto, esteticista facial e corporal, para falar um pouquinho sobre esse método super bacana que promete reduzir esse problema pra lá de indesejável.

O que é a Drenagem Linfática Manual?

A Drenagem Linfática Manual é um procedimento fundamental nos tratamentos mais avançados para o controle e redução da celulite. É considerada, sem dúvida alguma, a melhor massagem para eliminar este problema, pois utiliza de maneira científica e correta o toque manual.

A técnica exige precisão e delicadeza, evitando-se aplicar pressão superior à necessária para mobilizar a linfa nos coletores e gânglios linfáticos. Tem como objetivo drenar o excesso de líquido no corpo e rosto, favorecendo sua reabsorção e evitando o acúmulo de toxinas.

O tratamento regular de DLM nas regiões com celulite instalada melhora significativamente o quadro

São considerados tratamentos proscritos os métodos agressivos de massagem, que causam traumas nas regiões tratadas, tornando-as muito tensionadas e irremediavelmente rotas. Ainda nestes métodos ocorre a fragilização de vasos sanguíneos e linfáticos, agravando com o tempo os problemas já existentes!

A DLM, ao contrário, com suas manobras seguras e bem orientadas, reforça a circulação sanguínea e o sistema linfático, favorecendo a cada dia a saúde e a beleza do seu corpo.

A DLM-corporal/facial é também utilizada em diversas indicações terapêuticas:

  • celulite;
  • varizes e pernas cansadas;
  • problemas circulatórios;
  • pós cirurgias plásticas;
  • pós lipoaspiração;
  • edemas da gravidez;
  • TPM;
  • enxaquecas,
  • sinusite, rinite, otite;
  • artroses, artrites, tendinites

Para casos de celulite e retenção de líquidos, as sessões de DLM devem ser feitas regularmente. O importante é estabelecer uma rotina, seja semanal ou quinzenal! A celulite não tem cura, mas controle.

Andréa Boareto. É esteticista facial e corporal há 20 anos. Atualmente, é graduanda em Nutrição, pela UFMG.

A importância do personal trainer

Seja para conquistar o corpo dos sonhos, evoluir nos treinos ou aumentar a força e a massa muscular, o profissional de educação física é um dos personagens fundamentais.

Detalhe: a orientação de um personal trainer não vale apenas para os treinos de musculação, mas também para as corridas e o pedal ao ar livre. Afinal de contas, todas essas atividades exigem esforço por parte da musculatura e articulações.

O acompanhamento de um profissional pode trazer resultados muito melhores e mais rápido. Listei os principais.

Mais segurança e menos lesão

É o professor de educação física quem vai indicar os exercícios e a intensidade adequados aos seus objetivos e condicionamento. Além, é claro, de corrigir as falhas de postura durante a execução das atividades. Com isso, as articulações e a musculatura não sofrem esforços excessivos e as chances de você se lesionar são ainda menores.

Melhora do desempenho e condicionamento

Um bom educador físico cria uma rotina de treinos com atividades que vão ajudar a melhorar sua força e funções cardiovasculares e respiratórias. Esse desenvolvimento é essencial, pois um pulmão e coração fortes influenciam diretamente nos seus resultados.

Adequação à meta desejada por você

Só o personal trainer é capaz de indicar os exercícios mais adequados para conquistar o corpo dos sonhos. Lembre-se: o que vale para sua melhor amiga, pode não ser o mais adequado pra você. Cada corpo, uma sentença.

Muito mais motivação

Quando o assunto é motivação, o educador físico colabora em dois aspectos. O primeiro é a capacidade de elaborar treinos diversificados para evitar a monotonia e a desmotivação. O outro diz respeito ao apoio psicológico. Quem nunca deixou de correr alguns metros a mais ou completar uma série na academia por falta de um empurrãozinho incentivador? O incentivo verbal é fundamental para mostrar que você capaz de superar seus limites.

Seus resultados serão concretos

Com a orientação de um profissional, você vai evoluir continuamente. É ele quem vai criar uma periodização dos treinos para você atingir sua metas ou traçar outras, ainda mais ousadas.

A supervisão de um educador físico é tão importante quanto se exercitar regularmente.

E mais: engana-se quem pensa que isso só vale se tiver um personal trainer. Se você quer começar a se exercitar, mas está sem grana para investir em um atendimento individualizado, lembre-se que as academias contam com instrutores qualificados, oferecendo cada vez menos fichas padrão.

Estou sem personal no momento, mas digo que estou bastante satisfeita com o atendimento que tenho tido na Bodytech.

Por isso, escolha a dedo onde vai malhar e não hesite em pedir ajuda e discutir com o instrutor sobre seus objetivos, metas e em caso de qualquer dorzinha ou incômodo, hein?

No mais, é só investir em uma alimentação recheada de comida de verdade e ter – muita – força de vontade e disciplina.

Gestão de tempo: malhe junto com seu filhote

Quem é mãe sabe: a chegada dos filhos vira a nossa rotina de ponta a cabeça. Em meio a tantas novas tarefas, acabamos deixando nossa vida profissional e pessoal em segundo plano.

A atividade física é uma das primeiras coisas que abrimos mão. Como encontrar um tempinho para ir à academia? Por experiência própria, eu digo que é super possível! E mais: uma gotinhas de suor são essenciais para liberar endorfina, e deixar a autoestima nas alturas.

O primeiro passo para conseguir conciliar a academia com as outras responsabilidades é organizar o seu dia. Você pode malhar enquanto a criança está na escola. Também vale negociar com seu companheiro para que ele cuide dela enquanto você vai correr, por exemplo. Afinal de contas, a educação é responsabilidade do casal, certo?

Se essas estratégias forem inviáveis, você pode levá-la para malhar junto com você. Essa solução pode acontecer de vários jeitos. Todos eles super prazerosos, saudáveis e enriquecedores tanto pra gente, quanto pra criançada.

Ainda nenéns, a dica é caminhar ou correr levando eles no carrinho. Você também pode fazer o treino na presença da criança e até convidá-la para participar junto. Quantas vezes eu já me exercitei na frente da Júlia, e ela acabou arriscando fazer os mesmos movimentos. Se orientado por um preparador físico ou médico, você pode usar a criança como peso e mantê-la nos braços e pernas enquanto realiza uma série de agachamentos, flexões e abdominais. É um jeito ótimo de você criar ainda vínculos mais próximos com seu pequeno.

Quando seu filho crescer, você pode incentivá-lo a praticar um esporte, matriculando em uma aula específica. Vale balé, natação, futebol. Enfim, o que a criança mais curtir fazer. Júlia e eu, por exemplo, exercitamos na mesma academia. Enquanto eu faço musculação, ela nada. Um jeito ótimo de estimulá-la a ter hábitos saudáveis desde cedo.

Atualmente, as academias já contam com programas focados nos pequerruchos. A Bodytech, por exemplo, tem o Super Kids. Voltado para crianças a partir dos três anos, o objetivo é promover o desenvolvimento das habilidades motoras e das capacidades físicas dos de um jeito lúdico e super divertido. São várias os esportes oferecidos e a quantidade varia de unidade para unidade.

  • Site desenvolvido por Agência Vetta