instagramcustom

Como limitar o uso das telinhas para a criançada?

janeiro 30, 2018

Notebook, celular, TV, tablet e videogame… Ninguém está imune às telas. Nem mesmo a criançada, exposta à elas cada vez mais cedo. Não que essas ferramentas sejam ruins, muito pelo contrário. Só que é preciso saber a hora de usá-las e até conciliá-las com um universo incrível de possibilidades no mundo offline.

Pensando por esse lado, você tem colocado limite no uso das telinhas e levado seu filho para sentir o cheiro do mato? Apreciar as flores, o céu azul, poder se encantar com os bichinhos, sentir o gostinho da fruta colhida direto do pé. Atividades tão sensoriais, capazes de despertar ainda mais a curiosidade dos pequenos com o mundo ao redor deles.

É difícil competir com a oferta de cores, desenhos, joguinhos, vídeos e músicas das telas, mas é preciso convencer seu filhote que existem outras atividades tão prazerosas quanto. E mais: que vai valer a pena! A criançada precisa de algo estimulante para que respeite com mais naturalidade e leveza o controle do tempo do uso das telas.

Nós, mamães e papais, somos fundamentais nesse processo. Levá-los a parques e praças para respirar um ar puro pode ser bem proveitoso. Ensiná-los desde cedo a preparar os alimentos aguça a criatividade. As brincadeiras de rua são ótimas para deixá-los mais desenvoltos e reconhecerem seus espaços no mundo. Quanto mais incentivá-los a curtir esses momentos, garanto que eles também vão querer ir atrás de novas descobertas.

Despertar o interesse pelo mundo offline é muito mais divertido e enriquecedor do que dizer “não pode” ou “desliga”. Experimente!

Leave a Reply

  • Site desenvolvido por Agência Vetta