instagramcustom

Meu bebê chegou! O que fazer para auxiliar o seu desenvolvimento?

outubro 20, 2017

O primeiro mês de vida do bebê é um turbilhão de novidades! Os pais aos poucos vão aprendendo a lidar com as fraldas, o banho, as cólicas, a amamentação e a nova rotina da casa.

Passada essa etapa, começam novas experiências de interação com o bebê. A partir do 2° mês de vida, o bebê já presta mais atenção no rosto dos pais e o vínculo torna-se cada vez mais intenso.

Muitos pais se perguntam: “Será que meu filho já entende o que eu falo? Devo conversar e brincar com ele?”

Vamos às respostas!

Quando você conversa com seu bebê nessa idade, ele percebe que isso é uma forma de comunicação, mas ainda não compreende o significado do que é dito. Ele observa, ouve e aprende a processar essa informação, e isso é fundamental para auxiliar no desenvolvimento da cognição e da linguagem.

Assim ele vai aprendendo sobre essa forma de interação, para logo responder com uma expressão facial, geralmente o sorriso, que aparece por volta dos 2 meses. Aí os pais se derretem!

E com relação às brincadeiras, sim, nessa idade já deve iniciar algumas atividades direcionadas para estimulação do desenvolvimento.

Nesse momento, é muito importante saber duas coisas:

1) Como brincar? As atividades devem ser adequadas para a etapa do desenvolvimento em que o bebê se encontra, não podemos pular etapas, pois isso acaba prejudicando o curso do desenvolvimento.

2) A quantidade: para não estressar o bebê. “Estressar o bebê? Bebês ficam estressados?” Sim, um excesso de estimulação pode causar desconforto e irritação, sintomas do desgaste físico ou emocional. O ideal é reservar um ou dois momentos do dia para as brincadeiras.

Muitos pais têm dúvidas também a respeito do “BRINCAR”, se ele é mesmo tão importante para o desenvolvimento.

A brincadeira não é uma simples diversão, ela é capaz de gerar diferentes estímulos para aumentar as conexões cerebrais, e dessa forma, torna-se um excelente instrumento para auxiliar o desenvolvimento de forma saudável e prazerosa.

É importante saber que de 0 a 2 anos de vida é quando o cérebro tem maior potencial para se desenvolver. Então temos que aproveitar!

Além disso, hoje a ciência comprova que um ambiente favorável ao crescimento e ao desenvolvimento dos bebês, gera repercussão positiva na vida adulta!

Flávia Cançado

Fisioterapeuta

Leave a Reply

  • Site desenvolvido por Agência Vetta