instagramcustom

O que é empreendedorismo materno?

julho 25, 2017

Nunca se falou tanto em empreendedorismo materno. Apesar de existir há muito tempo, se trata de um movimento recente no Brasil. Detalhe: que tem ganhado força graças às possibilidades oferecidas pela Internet.

Comecei a ter contato com o assunto há pouco mais de três anos quando criei o Vida Pós Parto, e decidi fazer dele o meu projeto de vida.

De lá pra cá, presenciei um aumento das iniciativas e conheci várias mamães empreendedoras, cheias de boas ideias e disposição para encarar um negócio próprio.

E melhor: projetos que ajudam e enriquecem a experiência pós maternidade.

Por que as mães querem se tornar empreendedoras?

Ter um filho impacta todas as esferas da nossa vida: amorosa, feminina, familiar e até mesmo a forma como encaramos o trabalho.

Precisamos de mais flexibilidade de horário e autonomia para definir nosso dia-a-dia. Muito mais que retorno financeiro, queremos trabalhar com aquilo que curtimos fazer e, sobretudo, ficar mais próximas dos nossos filhotes. O objetivo é acompanhar de pertinho o crescimento deles.

O mercado corporativo, infelizmente, é incompatível com esses nossos anseios. Diversas pesquisas mostram, inclusive, que o desejo de empreender surge ainda durante o período de licença maternidade.

Mas também tem a explicação biológica

Isso mesmo! Um estudo da Universidade de Londres mostrou que durante a gestação o nosso cérebro diminui, e volta ao tamanho normal em seis meses. Esse processo de contração faz com que ele se reorganize.

Assim, quando volta a crescer, o cérebro acaba aumentando a capacidade de memorização, concentração e aprendizagem.

Tornamo-nos, assim, muito mais dinâmicas, habilidosas, sensíveis e competentes. Essas mudanças acontecem para exercermos o papel de mãe, além de serem habilidades super valorizadas no mundo dos negócios, não é mesmo? Tudo a ver com empreendedorismo!

Ser mãe desenvolve o nosso instinto empreendedor

Sim! Toda mãe é uma empreendedora nata. A mulher que se tornou mãe começa a enxergar o mundo de uma forma diferente, procurando sempre melhorar o que está à sua volta.

É a fralda mais saudável, roupa mais confortável, brinquedo que valorize a infância, espaços mais seguros, tempo para cuidar de si mesmas. Esse novo olhar acaba gerando múltiplas possibilidades de negócios.

Algumas mães também transformam talentos esquecidos, ou hobbys, em atividade profissional. O Vida Pós Parto, por exemplo, nasceu assim: da ideia de compartilhar a minha experiência para ajudar outras mães a resgatar a autoestima pós maternidade.

Há casos de mães que reinventam suas profissões lançando produtos e serviços sob uma nova ótica que adquirem após a maternidade.

Os desafios do empreendedorismo materno

Para nós, mamães, empreender é muito mais que montar um negócio próprio. É adotar um estilo de vida que tem tudo a ver com a maternidade, já que o trabalho tradicional não se encaixa mais na nossa nova vida.

Os desafios de empreender pós maternidade, entretanto, são um pouco maiores do que quando não temos filhos. Precisamos lidar com planejamento, contas, marketing. Atividades que muitas de nós nunca tínhamos ouvido falar.

Além disso, temos que encontrar o equilíbrio entre o trabalho e exercer o papel de mãe. Criar uma rede de apoio é fundamental para o processo de desenvolvimento de um negócio paralelo com a maternidade, assim como buscar qualificação sempre.

O resultado não podia ser melhor: transformamo-nos em mulheres empoderadas.

Leave a Reply

  • Site desenvolvido por Agência Vetta