instagramcustom

Aprenda a elogiar a criançada do jeito certo

julho 19, 2017

Você já parou pra pensar que o jeito que elogiamos nossos filhos pode influenciar a formação deles enquanto pessoas?

Recebi da escolinha da Júlia um texto que abordava esse assunto e resolvi compartilhar algumas reflexões com vocês, mamães.

Primeiro de tudo, é preciso falar sobre um estudo comportamental realizado com crianças pequenas. Alguns psicólogos propuseram à elas uma atividade de média dificuldade. Todas as crianças conseguiram terminar a tarefa. Depois, elas foram divididas em dois grupos.

O grupo A foi elogiado quanto à inteligência e à capacidade. Já as crianças do grupo B foram reconhecidas pelo seu esforço e trabalho realizado, mas nunca em relação a si mesmas.

Em seguida, a criançada teve que cumprir uma nova tarefa de dificuldade equivalente à primeira. Só que elas podiam escolher se queriam ou não fazê-la, sem qualquer tipo de consequência.

As respostas foram surpreendentes. A maioria das crianças do grupo A simplesmente não quiseram nem tentar fazer a segunda atividade. Por outro lado, quase todas as crianças do grupo B aceitaram desempenhá-la.

O resultado nos ajuda a pensar sobre o jeito que estamos elogiando nossos filhos. O ser humano foge de experiências que possam ser desagradáveis.

As crianças “inteligentes” não querem o sentimento de frustração de não conseguir realizar uma tarefa, pois isso poderia modificar a imagem que os adultos têm delas. Em contrapartida, as esforçadas não ficam com medo de tentar, pois é o esforço que será valorizado.

Só que o conteúdo escolar não é tudo. Muito mais que isso, nossos filhos precisam aprender valores e princípios. Precisam respeitar as diferenças, adquirir hábitos saudáveis e construir amizades sólidas. E isso não se consegue com elogios que ressaltam apenas o ego de cada um.

A criançada precisa ser incentivada a agir de forma positiva, com elogios que reforcem o seu bom comportamento como algo correto. Nossos filhos precisam ouvir frases como: “Que bom que você tem um bom coração”, “Parabéns por ter dito a verdade apesar de estar com medo… Isso era o correto.”

Crianças com sobrecarga de elogios gratuitos e vazios, quando adultos, tendem a demonstrar menos resistência à frustração, e até mesmo certa fragilidade emocional.

Lembre-se que nosso papel, enquanto mamães e papais, é criar ser humanos fortes para enfrentar a vida, e de bom coração para contribuir para um mundo melhor.

Leave a Reply

  • Site desenvolvido por Agência Vetta