instagramcustom

Mãe vence depressão pós-parto com atividade física

janeiro 31, 2017

A história de vida da catarinense Dani Cozzarin é mais uma prova do bem danado que a atividade física faz em nossa vida, sobretudo pós maternidade.

 
Depois de quatro anos tentando engravidar, ela descobriu que estava esperando gêmeos. Era tudo o que mais queria na vida. Durante a gestação, entretanto, seus sogros faleceram e aquilo mexeu muito com ela. Os meninos nasceram, e apesar de cumprir todas as funções de mãe, Dani não conseguia criar afeto por eles.

 
Foi aí que seu médico sugeriu o Muay Thai. A modalidade era uma tentativa para aliviar a tensão e as angústias. Não deu outra. A disciplina da luta e a adrenalina dos socos ajudaram-na a descarregar a energia. Ela se conectou com sua mente, corpo e aprendeu a controlar as sensações. Seu corpo mudou, perdeu peso e voltou a sentir prazer em se cuidar.

 
O resultado: autoestima resgatada e melhor relacionamento com o mundo ao seu redor, principalmente com os bebês. O relato completo – e incrível – dessa mãe você pode ler aqui.

 
A maternidade é um período repleto de mudanças, que afeta, inclusive, o nosso papel enquanto mulher. Colocar o corpo em movimento, de fato, é uma excelente arma para resgatar a autoestima e se tornar mais forte para os desafios que estão por vir.

 
Começar a praticar atividade física depois que a Júlia nasceu foi super importante para eu me reconectar comigo mesma. Ir à academia era o momento que tinha para ficar só comigo mesma: respirar, me curtir e, principalmente, cuidar de mim mesma. É incrível o bem danado que as gotinhas de suor fazem com a gente.

 
Está vivendo o pós parto? Tire 30 minutinhos do seu dia, coloque sua música favorita e vá se exercitar. Depois compartilhe essa experiência comigo aqui no blog.

Leave a Reply

  • Site desenvolvido por Agência Vetta