instagramcustom

Obesidade infantil é coisa séria

dezembro 1, 2016

A obesidade infantil é coisa séria. Já faz um tempinho que ela se transformou em uma verdadeira epidemia global com consequências pra lá de negativas.
A principal causa é o estilo de vida contemporâneo: alimentação repleta de industrializados, lotados de açúcar e calorias vazias, e o sedentarismo precoce.

Na correria do dia-a-dia, é super comum colocarmos sucos de caixinha, bolos e pães na lancheira dos nossos pequenos. A insegurança dos locais ao ar livre reservados para brincadeiras e práticas esportivas, por sua vez, têm mantido a criançada cada vez mais dentro de casa, reféns de tabletes, videogames e outros eletrônicos.
Crianças com pais obesos também têm mais chance de ficarem obesas. Afinal de contas, como ainda não têm autonomia de fazer sua própria comida, elas acabam comendo o que a gente ou outros responsáveis lhes oferecem. Sem contar que elas são como esponjinhas, absorvendo – e copiando – tudo o que fazemos.

O resultado da obesidade é o surgimento da diabetes tipo 2, colesterol alto e doenças do coração. Como se não bastassem tantos problemas sérios de saúde, ainda surgem as consequências psicossociais: autoestima baixa, bullying, exclusão dos grupos sociais e depressão.
Nós, mamães e papais, devemos transmitir aos nossos filhotes um estilo de vida mais saudável desde cedo como algo natural e harmônico.

O trio alimentação saudável – repleta de frutas, verduras e menos industrializados possível – exercícios físicos e brincadeiras regulares e 9 horas de sono por dia são as melhores armas contra a obesidade e o sedentarismo.
Para criar uma rotina mais ativa, a dica é incentivar seu filho a fazer um esporte que curta e até mesmo praticar junto com ele. Assim, tudo fica bem mais leve e divertido. Experimente!

Leave a Reply

  • Site desenvolvido por Agência Vetta