instagramcustom

Dê um “UP” no metabolismo

agosto 16, 2016

Nada de pular o café da manhã ou viver só de folhas verdes e sopa… Emagrecer não depende apenas do que a gente come, mas, sim, de como o nosso organismo funciona.

Se você está com dificuldades de se livrar daquelas gordurinhas indesejáveis, é hora de dar uma acelerada na velocidade que as calorias são gastas pelo seu corpo.

Fracionar os alimentos em várias refeições diárias foi o que mais rendeu resultados positivos no meu processo de emagrecimento pós-parto. Em vez de café da manhã, almoço e jantar, passei a comer pequenas porções, de 3h em 3h, no máximo! Depois este intervalo foi reduzido, até chegar a 1h e meia. Meu plano alimentar que começou com 1.400 kcal, chegou a 3.500 Kcal.

É que ao reduzir o intervalo que comemos, o nosso organismo percebe que não precisa estocar as calorias para gerar energia, porque logo será abastecido novamente. O resultado: muito mais gordurinhas trituradas e baixo risco de atacar a geladeira a qualquer momento.

Outra dica fundamental é saber escolher os alimentos mais saudáveis, priorizando todos os nutrientes essenciais: proteínas, vitaminas, gorduras boas e carboidratos.

Esses últimos, por exemplo, são fundamentais para manter o metabolismo sempre ativo. Afinal de contas, são eles que fornecem energia aos nossos músculos. Nada de abolí-los da sua alimentação com medo de engordar, hein? O segredo está no tipo de carboidrato que você vai consumir. Eu dou preferência aqueles de baixo índice glicêmico: grãos integrais, legumes, batata doce.

Manter o corpo sempre em movimento também é essencial. Pule corda, suba escadas, caminhe, puxe ferro, ande de patins, nade, pedale, corra. Segundo especialistas, 1kg de massa magra já é o suficiente para dar uma sacudida no metabolismo!

Leave a Reply

  • Site desenvolvido por Agência Vetta