instagramcustom

Gravidez x Obesidade x Atividade física

agosto 26, 2015

A obesidade é uma doença crônica que causa acúmulo em excesso de gordura corporal. Ela provém de desequilíbrio que, ao longo do tempo, a quantidade de energia ingerida é maior que a quantidade de energia gasta.

A obesidade ao longo da gravidez está associada ao aumento da morbidade e mortalidade materno/fetal, causado por um leque de complicações que podem surgir tanto no decorrer da gestação quanto no parto e/ou puerpério.

A atividade física realizada no período pré-concepcional, seguida de perda de peso, primeiramente pode auxiliar a mulher obesa a engravidar e auxiliar na manutenção de bom estado de saúde, da mulher e de seu bebê, durante o decorrer da gestação.

Estudos comprovam que o exercício aeróbio realizado no ano anterior e/ou durante as 20 primeiras semanas de gestação diminui a incidência de pré-eclâmpsia e do diabetes gestacional. Quando realizado ao longo do ciclo gestacional, o exercício também poderá prevenir o ganho de peso excessivo por parte da mulher e a sua retenção tanto no puerpério quanto no futuro.

O pós parto mostra-se como ótimo momento para que a mulher modifique alguns de seus hábitos de vida, dando início ou retomando um programa de exercícios visando readequar seu peso, sempre esperando a alta médica. Estudos mostraram que aquelas mulheres que no período de 6 meses pós-parto conseguiram retornar seu peso pré-conceptual ganhavam média de 2,4 kg nos 10 anos subsequentes. Já aquelas que no mesmo período (6meses) não conseguiram, ganhavam média de 8,3 kg nos 10 anos subsequentes.

Muitos motivos são expostos em estudos para que a mulher tenha hábitos de vida saudável. Procure um plano Fit da Heringer Fitness e comece a se cuidar!

Texto proposto por Cláudia Heringer extraído de Prática de Atividade Física na Gravidez de Alto Risco. BARROS; LOPES (2009).

Leave a Reply

  • Site desenvolvido por Agência Vetta